sexta-feira, 10 de abril de 2015

A MARCA DA BESTA


Ficha Técnica
Autor: Robson Pinheiro
Editora: Casa dos Espíritos
Gênero: Espiritismo
Ano: 2010
Número de páginas: 720
ISBN: 9788599818084

Resumo
Trata-se do terceiro volume da Trilogia "O REINO DAS SOMBRAS", composta também dos livros Legião - um olhar sobre o reino das sombras e Senhores da Escuridão. O repórter do além Ângelo Inácio, juntamente com os guardiões Watab e Anton e sob a supervisão de Pai João de Aruanda irá desvendar ainda mais a fundo o submundo astral, entrando em contato com os Dragões ou Daimons, entidades que já não reencarnam mais na Terra devido ao altíssimo comprometimento com as Leis Divinas.

O livro começa no ano de 1997, quando o médium está em coma e é socorrido pela equipe médica de Joseph Gleber, um dos imortais citados em outras obras da trilogia. Em uma conversa com Willian Volts, Júlio Verne e Ranieri, a missão de Ângelo Inácio junto aos encarnados lhe é revelada. O livro aborda temas importantes, tais como o "fim dos tempos", o impacto das comunicações na modernidade, a "segunda morte", as drogas virtuais, os agêneres e as artimanhas dos Dragões para dominarem o nosso planeta.

Trecho do livro
Edgar Cayce acabou sendo muito mais abrangente do que provavelmente pretendesse o espírito que o interrogou sobre o tema; suas palavras ofereceram ampla possibilidade de estudos, revelando um número muito maior de implicações do que pensáramos anteriormente. Não obstante, após breve pausa e silêncio, ante as palavras de Cayce, outro espírito aventurou-se a perguntar:
— Quando se fala em mudanças gerais no sistema de vida do nosso planeta, qual a relação entre as alterações climáticas e a influência do homem encarnado no ecossistema, em seu equilíbrio geológico, climático e atmosférico?

Quase sem pensar, ou seja, imediatamente após a pergunta do rapaz, o sensitivo norte-americano pôs-se a responder, como se já esperasse aquele tipo de questionamento:
— Temos de entender que as reviravoltas de ordem climática, mesmo os efeitos concretos mais radicais e intensos, como aqueles que observamos na atualidade, não são eventos de caráter absolutamente inédito. No decorrer da história sideral de todos os mundos, e não somente da Terra, ocorrem mudanças, em intervalos de tempo variáveis, mas que fazem parte do desenvolvimento geológico de cada orbe na imensidade. Conquanto esteja ao alcance dos integrantes das esferas física e extrafísica a condição de acelerar ou retardar o processo em andamento, reiteramos: transformações como as que estão em curso são perfeitamente naturais. Aos residentes da casa planetária é dado grande poder, é verdade. Cabe-lhes assegurar e arquitetar o futuro de sua morada, por meio dos pensamentos e das atitudes, quer de preservação da vida e da riqueza ecológica, quer de exploração gananciosa e desmedida.

Mudanças climáticas, variação das estações, degelo dos pólos, inversão da temperatura em alguns lugares são todos fenômenos previstos em diversos instantes da história dos mundos. A singularidade é que, ao homem moderno, pela primeira vez em sua civilização, é dado viver, de perto, episódios similares a aqueles que o passado lendário ou pré-histórico conheceu, de maneira mais ou menos grave, mas predominantemente sem a presença do homem. A ignorância das massas sobre o assunto, ou mesmo de autoridades e formadores de opinião ao redor do globo, inclusive sob o ponto de vista histórico, faz com que apareçam ou seja necessário eleger culpados por essas reviravoltas. Desconhecem a realidade de que, por mais que o homem procure atenuar a situação vigente, ele apenas consegue interferir na velocidade do processo, precipitando ou desacelerando os acontecimentos. Contudo, de modo algum repousa em suas mãos o poder de iniciar ou gerar o processo de transformação, como se fosse ele o estopim ou o agente máximo da natureza.




Livros em PDF
01 - Legião - Um olhar sobre o reino das sombras
02 - Senhores da escuridão
03 - A marca da besta

quarta-feira, 1 de abril de 2015

ÍNDIGOS e CRISTAIS

ÍNDIGOS e CRISTAIS

As Crianças Índigo começaram a nascer na década de 70. Pensavam numa consciência maior do meio-ambiente e nas relações humanas.
As Crianças Cristal começaram a encarnar mais ou menos dos anos 1990 a 2010 e vários continuam a encarnar, muitos já são adultos.

Os Transicionais
"Sim, nós Índigos, somos os pais das crianças Cristal. Nós nos preparamos ou estamos nos preparando para recebê-los e orientá-los, pois nós viemos para isto. Viemos para começar e todo começo exige muito esforço".

Ainda tem dúvidas se você é índigo ou cristal? Suas energias e sua aura podem estar passando de índigo para cristal. Os Cristais puros mesmo no corpo áurico segundo Anni Sennov vieram a partir de 2009. Antes disto, tinham um padrão misto entre Cristal e Índigo.

Veja aqui se você está na transição e aprenda a lidar com isto: A Crise Transicional de Índigo para Cristal.

Os índigos eram os demolidores do sistema antigo, vieram para mudar e apontar o que estava errado. Os Cristais vem para consolidar as mudanças. Eles são o amor puro porque são a expressão pura do Espírito, sem a separação do corpo e do espírito como antes havia.

Os índigos vieram para preparar o terreno para a construção e os Cristais são os construtores, eles vieram à Terra com o propósito divino de pacificar e construir a Nova Terra. Possuem a compaixão e o perdão muito fortes dentro deles.

Telepatia e Mediunidade
Os Cristais possuem o dom da telepatia. Muitos conseguem ler os pensamentos e quando são bebês demoram a falar porque simplesmente sabem o que está sendo comunicado. Eles vão falar mais tardiamente, mas quando o fazem, falam perfeitamente e não apresentam atraso no desenvolvimento cognitivo e nem comportamental.

Muitas destas crianças são erroneamente diagnosticadas com autismo por conta disto. No entanto, os autistas não gostam de toques e não gostam de se aproximar das pessoas e nem são afetuosos. Os Cristais são muito afetuosos e gostam de abraçar, beijar, distribuir carinho, são o contrário dos autistas.

Conexão com a Natureza e os Animais
Os Cristais tem uma necessidade física e espiritual de estar em contato com a natureza, gostam de fazer trilhas, trekking, surf. Eles recarregam as energias desta maneira. Eles se conectam profundamente com a energia de amor dos animais e os amam como São Francisco de Assis. Os animais gostam e são atraídos por eles. Talvez por isso muitos Cristais, ainda adolescentes ou até crianças, resolvem se tornar vegetarianos. Eles são apoiados pelos pais e o fazem por pura consciência de amor pela natureza e pelos animais.

O silêncio
Kardec diz que os bons são tímidos, são silenciosos. Mudanças silenciosas podem ser revolucionárias - uma revolução silenciosa - pois os revolucionários barulhentos, todos eles morreram. Precisamos viver e sobreviver num mundo onde os violentos se fazem manchete de jornal e o lado das trevas se agita cada vez mais porque sabem que estão com seus dias contados, mas não precisamos fazer uma guerra contra eles. Seria fazermos o que eles querem. O que devemos fazer agora é nos mantermos longe dos sentimentos negativos e nos concentrarmos no trabalho de luz.
Silenciosamente...

Fonte: Compilação baseada no blog Planeta Azul Índigo

sexta-feira, 6 de março de 2015

A "DESUMANISAÇÃO" DO PODER NO PLANETA BRASILIS

É com uma infinita dor de uma brasileira que sempre amou, honrou e defendeu sua Pátria Brasil que trago o lindo desabafo de um Marciano. Sua visão de vida é do jeito que a vejo. Sonhei com tantas glórias nesse chão brasileiro que hoje se cobre de lama...




Colapso eminente

A humanidade vive um momento sem paralelo na sua história, qual grande armada ameaçando naufragar nas águas revoltas da incompetência, ganância, sede de poder e deseducação acelerada dos jovens aos quais cabe assumir as rédias do futuro.

As economias mundiais tem vivido situações bem conturbados, acompanhados de crises quase ininterruptas que abalam fortemente as estruturas produtivas e sociais, levando em muitos casos á destruição total do pilar fundamental de qualquer sociedade , a FAMÍLIA.

Estas situações quase sempre tem origem no péssimo desempenho das classes politicas e empresariais que de há muito deixaram de olhar a sociedade como um grupo de pessoas e passaram a vê-la apenas como um elemento estatístico de onde se podem obter votos ou lucros, perdendo-se o nome e identidade por troca de um numero, passando por cima de princípios e valores fundamentais, desumanizando-se, olhando os problemas da sociedade atual pela ótica da cadeira do poder político ou da cadeira de executivo empresarial, o que limita e deturpa em grande escala a visão sobre a mesma e suas necessidades.

Este ''modus operandis'' dos senhores da gravata e colarinho branco levou as sociedades para terrenos muito perigosos, onde pode colapsar, estando mesmo prestes a atingir o ponto de não retorno.

As famílias perderam o norte, abdicaram da sua responsabilidade maior que é sem dúvida a educação da sua prole, preparando-a da melhor forma possível para a vida e para o mundo social ao qual pertencem, empurrando-os em vez disso para a frente de computadores onde giram videogames, por norma de guerra e violência ou fazendo apelo à competição desenfreada, como se os reais valores da vida tenham deixado de ser o respeito, o amor ao próximo, a moral, a ética, o conhecimento e o trabalho, para darem lugar ao ponto de mira da metralhadora, os pontos ganhos em cada morte, em cada corrida louca disputada.

É cómodo mas extremamente perigoso.

Quem quer ver, vê e percebe que a sociedade jovem esta completamente abandalhada, desrespeitadora e agressiva, cada vez com menos interesse no aprendizado ministrado pelas escolas, sem que por parte dos responsáveis diretos (as famílias) haja tomadas de posição coerentes que recoloquem os jovens no caminho que deveria ser o seu. A juntar a isso, a inoperância das autoridades responsáveis pelo ensino é total e absoluta.

Os professores são desacreditados nas suas carreiras, nos seus salários e nos instrumentos postos à sua disposição para o control eficaz do magistério do ensino, nomeadamente ao nível de normas e procedimentos legais para o control eficaz de uma sala de aula onde é habitual serem “despejados” mais de 50 jovens, levando à insubordinação e à consequente impossibilidade de transmitir os conhecimentos , função maior de qualquer escola ou academia. Também a “Cartilha dos direitos dos alunos” não é devidamente acompanhada de uma outra “Cartilha dos deveres dos alunos”…e mesmo que nesta matéria algo exista, é absolutamente apagada pelos procedimentos dos responsáveis das escolas, na medida em que a lei é promiscua ou ambígua, dando com uma mão e tirando com a outra. Um exemplo disso é o uso e abuso do celular em sala de aula, proibido pela lei, mas sem que na pratica se tenham meios para que o mesmo seja retirado do aluno. Do mesmo modo, não é possível que o aluno que desrespeita as leis de normal e sã convivência dentro da sala de aula seja”convidado” a abandonar a mesma para que a aula possa prosseguir, sendo que apenas um de 50 alunos seja capaz de impedir todos os outros do aprendizado a que tem direito.

Aliás este padrão de desobediência e desrespeito dentro da sala de aula, acompanhado da violência verbal e física que é constatada nos jovens de hoje, é responsável pela grande maioria dos afastamentos de professores das escolas…Mas nada se faz para impedir este estado de coisas.

Está-se a criar um monstro de milhares de cabeças e a inépcia reinante apenas contribui para que a força deste monstro duplique, triplique, quadruplique...

A sociedade no seu todo , a politica e os meios produtivos tem que ser chamadas à responsabilidade antes que o ponto de não retorno seja transposto.

À sociedade, á família cabe o papel de educar, à classe politica cabe o papel de legislar e agilizar a legislação e até mesmo as polícias para que as escolas voltem a poder desempenhar o papel para o qual foram criadas que é o de ensinar, deixar de atribuir ao professor o estatuto de classe inferior, desqualificada e mal remunerada, já que não levar a carreira do professor a sério é o mesmo que matar qualquer possibilidade de evolução e modernização das sociedades e é uma politica declaradamente terceiro mundista.

Gostava muito que neste como em outros países a paixão pelo ensino fosse maior que pelo futebol, porque é nele que reside o futuro de qualquer nação.

NÃO PERMITAM QUE ESTE PAÍS DEIXE DE TER ESPERANÇA NO FUTURO.


NOTA DA LUA NUA: Só fico em dúvida se o título deveria ser A "DESUMANISAÇÃO" DO PODER NO PLANETA BRASILIS ou se melhor seria O BRASIL PEDE SOCORRO!

A ROUPA NOVA DO REI BRASIL

Desconheço a autoria da imagem
O Rei era muito vaidoso. Um vaidoso de marca maior. E tinha um fraco especial por roupas novas. Com calções e mangas bufantes, mantos arrastando pelo chão. Quanto mais comprido melhor. Sua grande distração e o ponto alto de seu reinado era quando desfilava por seus domínios com suas roupas novas. Os arautos corriam todos os vilarejos avisando a data e a hora, colocavam cartazes, e todos os súditos eram obrigados a estar ali a postos para assistir à passagem da nova roupa real.

O Rei vaidoso, filho de pais excêntricos, que o batizaram com o nome de uma árvore exótica, de um continente remoto, o Pau Brasil, já tinha provado dos talentos dos maiores alfaiates do mundo. Os Saint-Laurents, Givenchys, Dolce&Gabbanas, Armanis, Versaces da época, todos já tinham estagiado no palácio costurando uma roupa nova para o Rei. Quem seria o próximo?

E foi nesse momento de majestosa indecisão que apareceu lá pelos lados do reino um vigarista de terras distantes, tremendo 171, que, sabedor da fraqueza do soberano, fez-se passar por um alfaiate muito famoso lá de onde vinha e prometeu ao Rei que criaria para ele a mais linda das roupas que jamais ele tivera ou sonhara ter. Um modelito haute couture, refinadérrimo, que sairia muito caro, caríssimo, pois necessitava aviamentos especiais, linhas de ouro e prata, miçangas de diamantes, esmeraldas, safiras, colchetes de platina e por aí foi.

Encantado com tantas extravagâncias, o Rei lhe fez todas as vontades. O pilantra, então, guardou no seu baú todo aquele tesouro, e lá ficou diante do tear tecendo com fios imaginários e bordando com pedras inexistentes dias e dias.

Fazia isso com tal zelo, pompa, arrogância, ares de importância e convicção, que as pessoas, para não se fazerem passar por idiotas, confirmavam que, sim, elas o viram costurando a roupa do Rei!

Até que chegou o dia de “Monsieur” estilista vestir o Rei para a grande parada. O povo lotava as ruas ansioso. As bandeirolas, a expectativa, os cochichos: “Será que a roupa dele vai ser mais bonita do que aquela do Gucci?”, perguntavam-se alguns. Alguns até faziam bolo de apostas: “Joguei todas as minhas economias naquela veste do Calvin Klein, com manto clean. Pra mim vai desbancar a desse Monsieur estrangeiro”.

E estava o povão nesse tit-ti-ti, enquanto o Monsieur costureiro provava, diante do espelho, a roupa no Rei, cercado dos usuais nobres puxa-sacos.

O REI ESTÁ NUO Rei Brasil, inicialmente inseguro e intrigado diante daquela roupa invisível, que o estilista, afetado, requintado, sofisticado, exibia com tantos salamaleques, misturando o idioma local com várias palavras afrancesadas, porque era très chic, começou a ficar impressionado e, já que nada enxergava, julgando estar sofrendo ou de catarata ou de Alzheimer, pra não dar bandeira, exclamou: “Que lindas vestes! Você fez um trabalho magnífico!”.

Os aspones em volta fizeram coro, em francês, naturalmente (porque era très chic, repito)…

Primeiro vieram as bajulações em “ique”. “Magnifique”, disse um. Seguido em coro por “Fantastique”, “Féerique”, “Aristocratique”, “Monarchique”, “Mirifique”…

Depois, repetindo o ritual de sempre, nas provas das roupas, vieram os elogios em “ant”: “Éclatant”, “Éblouissant”, “Resplendissant”,”Étincelant”, “Flamboyant”, “Brillant”, “Rutilant”, “Rayonnant”, “Puissant”, “Imposant”, “Important”, “Mirobolant”, “Marquant”, “Étonnant”...

Em seguinda, com terminação em “el”: “Sensationnel”, “Surnaturel”, “Solennel”…

Por fim a apoteose dos “eux”: “Somptueux”,”Merveilleux”, “Radieux”, “Fastueux”, “Lumineux”, “Luxueux”, “Majestueux”, “Glorieux”, “Fameux”, “Prestigieux”, “Miraculeux”, “Prodigieux”,”Fabuleux”, “Courageux”…

Teve um, que não havia decorado o vocabulário francês distribuído pela assessoria real para ser pronunciado pela corte e soltou uns “Jabaculeux”, “Congelê” (provavelmente referindo-se ao frio que o rei desnudo estaria sentindo em pleno inverno), “Vexamê”. Mas, no meio de tantas palavras rococós, ninguém percebeu e também ficaram valendo como elogios.

Foi assim, cercado de suspiros de admiração, com o ego lá em cima, espetado mais alto do que o rubi no topo de sua coroa, que o Rei sai, nuzão, de cetro na mão, e foi desfilar sua banha, depois de consumir dois javalis no almoço, diante da multidão.

O povo até achou esquisito o rei pelado virar-se, pra lá e pra cá, como se segurasse um manto (o estilista ensinou-o a fazer assim), fazendo pivôs com sua capa aristocrática, pretensamente coberta de pedras preciosas.

Sim, porque os jornais locais já haviam descrito a roupa detalhadamente, até os croquis haviam sido divulgados em detalhes (o vigarista era bom desenhista) e todos sabiam como a roupa efetivamente era (ou seria).

Como não a enxergaram, todos daquele reinado temeram sofrer ou de catarata ou de Alzheimer e, para não dar bandeira, exclamaram: “Que marrrravilha!”. “Ah, esta bateu o Fendi disparado”. “Nem o Ferragamo faria melhor”. “Que Dior que nada, estilista bom é o estrangeiro”. Por fim: “Estou ferrado, perdi todas as minhas economias!!!”…

Até que um menino, sim, uma despretensiosa e desimportante criança, apontou para o Rei com os olhos bem abertinhos e gritou: “O Rei está nu!”.

E todos os olhos do Reino se abriram. E todos constataram que não tinham catarata, muito menos Alzheimer, e que estavam certos em seu julgamento inicial sobre o quão ridículo era aquele espetáculo de salamaleques falsos, pivôs pelados e manto fictício balançando pra lá e pra cá.

O Rei estava nu, nuzão, “nuzinho, pelado, nu com a mão no bolso”, como dizia a canção da abertura da novela.

E o povo pôde ver com os próprios olhos e pensar com a própria cabeça e julgar com o próprio juízo. E riu e gargalhou e se fartou. E cantou e dançou, gozando o “grande mico” do Rei.

E naquela noite, naquele reino, houve uma festança inesquecível, com todos opinando, comentando o quão ridículo e lastimável era ter um Rei tão vaidoso a ponto de achar que podia dominar as mentes de um reino inteiro.

Pois, seja num reino de contos de fadas ou num reino de contos de mídia, não basta mais do que um único dedo que aponte para qualquer castelo construído sobre as fundações da mentira começar a desmoronar.

OBS: Livre adaptação minha para a Roupa Nova do Rei, fábula primorosa e épica sobre os costumes humanos, de autoria do dinamarquês Hans Christian Andersen, leitura preferencial de minha infância. (Hildegard Angel)

Texto compartilhado da página de Hildegard Angel. Grata! Excelente adaptação de uma fábula atemporal, mas tão temporal!


NOTA DA LUA NUA: Dilma está nua???? O que você acha?

terça-feira, 3 de março de 2015

ELES ESTÃO ENTRE NÓS


VIAGEM ASTRAL COMPROVA A ABDUÇÃO DO AVIÃO DA MALÁSIA
Artigo de Moacir Sader

Quando do desaparecimento do Avião da Malásia em 08 de março de 2014, eu escrevi um artigo (clique aqui) enfocando que evidências destacadas pelo radar aéreo e minha intuição mostravam ter sido um caso de abdução.

Recentemente, em julho/14, uma amiga que desde criança vivencia experiências fora do corpo (viagens astrais), quando entra em contato com seres de outra esfera dimensional ou planetária, contou-me uma ocorrência de ajuda astral que ela fez a passageiros de um avião. Isso aconteceu na noite do desaparecimento do avião da Malásia, situação que, somente após vivenciar a experiência de retirada dos passageiros, ela soube da notícia pela imprensa.

Em sua narrativa, ela ajudou no resgate e especialmente na interação com os passageiros, explicando o ocorrido e auxiliando psicológica e espiritualmente, até porque eles não poderiam mais retornar às suas vidas terrenas, embora estivessem vivos, socorridos que foram por extraterrestres e intraterrestres.

Após a devida autorização desses seres socorristas, solicitada por minha amiga, eu recebi o texto e estou reproduzindo abaixo, no qual ela narra a sua especialíssima experiência astral, que esclarece ao que de fato aconteceu naquela intrigante noite. Acontecimento que acabou por se constituir no maior mistério da aviação civil da Terra nos tempos modernos, pelo desaparecimento sem nenhuma pista, apesar das buscas intensas feitas por diversos países. Eis a experiência:

Geralmente, quando algum evento grande está para ocorrer, minha sensibilidade logo alcança, pois, sinto um grande peso no corpo, tonturas e grande prostração de sono.

Neste dia (do desaparecimento do avião da Malásia), logo ao me deitar, antes de dormir, os visitantes amigos já estavam no quarto me aguardando, eram 4 seres, dois altos, magros, braços longos, mãos e dedos cumpridos e finos, cabeça grande, mas proporcional à altura que passava de 2 metros, cor azul clarinho florescente, exalavam um cheiro que não posso comparar a nada. Os outros dois eram pequenos, de cor cinza claro, magros, cabeças grandes, braços finos e mãos grandes com dedos finos, mas de punho fortes, pareciam ser servidores dos seres maiores, eles se comunicavam entre si. Quando entendi que mais uma vez iria com eles em alguma missão.

Vi-me sair com eles por um portal que se abriu dentro do meu quarto, levada em sono hipnótico. Os pequenos me carregavam nos braços, conseguiam sustentar meu corpo, meu peso, dava para sentir suas mãos e dedos me segurarem. Foi quando em pouco tempo, talvez pequenos minutos, me vi dentro de uma Nave gigantesca: havia um hangar, nele um movimento agitado de pessoas, que estavam sendo retiradas de dentro de um Avião enorme estacionado dentro do hangar. Aqueles pequenos seres cinzas retiravam as pessoas de dentro do avião. Na maioria, os passageiros estavam zonzos, confusos e assustados. Aqueles que me levaram lá me deram uma orientação por telepatia, pediram-me para ajudar acalmar as pessoas, que elas estavam seguras e protegidas, que nada de mal iria acontecer com elas, que estariam bem, iriam ser colocadas em salas de repouso e, posteriormente, orientadas.

Interessante é como eu consegui falar fluentemente em outras línguas diferentes do meu dialeto, quando não falo outro idioma além do meu simplesmente percebi, que foi ativado um canal de comunicação, enviada por eles à minha mente.

Fiquei algumas horas fazendo isso, até esvaziarmos completamente o Avião e colocar os seus ocupantes em salas separadas, selecionados por padrões de vibrações áuricos de cada um. Inclusive, aqueles que tinham algum tipo de enfermidade ou fraqueza, eram levados a uma sala de tratamento. O movimento foi grande e isso me deixou exalta.

Pela manhã, quase não acordava, sentia-me muito cansada, os braços doíam, mas automaticamente ao me sentar na cama, lembrei do ocorrido, me troquei, fui preparar o almoço, pois já não era hora de tomar café da manhã. E me assustei ao ver nos braços e pernas marcas de dedos e mãos. Eu sempre tive fragilidade capilar (pessoas que tem a pele sensível, que qualquer pancada ou pressão feita, deixa roncha), e aquilo era a prova de que foi mais uma atividade real na outra dimensão. Terminei de fazer o almoço, conclui algumas atividades de rotina de dona de casa, fui ao banho e pude observar melhor a marcas.

Durante o almoço, comentei então com meu filho, pois sempre falo com ele sobre as minhas experiências. Ele, apesar de ser cético e quase ateu, não me questionou, ficou curioso como sempre e disse: Mamãe, se aconteceu isso e algo com alguma Avião vamos saber.

O dia se passou, muito cansada e exausta, procurei descansar o corpo, fazendo tarefas leves e não olhei o noticiário, mesmo porque, aboli a TV em casa, estava me incomodando. Quando quero saber de algo, vejo pela internet. E, naquele dia, não olhei nada. Abri o computador, vi recados, respondi alguns, fechei e fui dormir. Novamente, retornei lá na Nave, direcionei-me às salas, conversei com algumas pessoas e fui orientada por estes seres, que não falam por não terem órgãos da fala. Telepaticamente, pediram-me para dizer àquelas pessoas que dentro de alguns dias eles seriam transferidos para outro lugar. Solicitaram-me também para comunicá-los que eles não haviam morrido, mas foi uma ação de resgate pois, o avião estava condenado a cair e explodir e todos morreriam. Mas, que eles iriam ter vida nova, não poderiam retornar à Terra, pois, havia um trato de sigilo, que não podia ser quebrado. Se eles voltassem, a realidade dos mundos seria revelada e que não era ainda o momento para isso, que a humanidade não estava preparada para entender e aceitar.

Depois de comunicar as pessoas e explicar a situação, vimos que houve uma reação de difícil aceitação: choro, tristeza e choque da realidade. Mas, já não havia outra opção. Neste momento, minha Psicologia e orientação espiritual ajudaram a acalmá-los com palavras de amor, apoio e carinho.

Já no outro dia, ao acordar, não mais fiz minhas rotinas, corri ao computador e procurei alguma notícia, foi quando pude checar que havia sumido um Avião na Malásia. Fique boquiaberta pelo fato, estava mais que comprovado que eu estive lá e que tudo era Real. Não sei porque desta vez, eles me deixaram lembrar de tudo, pois sempre fico esquecida, apenas me lembro de alguns lapsos de lembranças dos fatos.

Meu filho chegou em casa e disse: olha aí mamãe, tem um Avião sumido, será que a senhora esteve lá mesmo? Ele ficou encantado com esta minha experiência, ele também tem uma conexão mental com outras realidades, acessa arquivos e registros do Universo. Mas, mesmo assim, ficou pensativo com este acontecimento, mesmo sendo surreal.

Os dias se passaram e até o momento o dito Avião não foi encontrado. Comentei o fato com uma amiga do Facebook. Ela é muito curiosa com a possibilidade de existir outras vidas, outros mundos e a existências de seres extraterrestres. Ela sempre está pesquisando e buscando respostas, principalmente sobre um possível resgate em massa, caso venha o planeta a passar por um grande cataclismo. Foi quando ela me sugeriu conversar com estes amigos e fazer perguntas. Falei para ela, que me sentia muito à vontade com eles, não havia estranheza, nem clima de medo ou alguma coisa que fosse nociva a esta parceria. Não sentia necessidade de questionar nada, como já soubesse de tudo. Creio que sim, sinto segurança disto, apesar de não lembrar, mas sei que sei o que é, porque não me abalo.

Mas, ela me convenceu a perguntar para onde as pessoas iriam? E se eles iriam resgatar toda humanidade se houver um cataclismo? E, se existe uma previsão?

Sinceramente, de minha parte, eu já teria uma resposta, há muito já tinham me falando sobre acontecimentos e resgates. Eles não têm compromisso com pessoas, tem compromisso com o Planeta, resgatar pessoas, apenas quando vale apena para o Projeto Gaia.

Há muito que a humanidade foi infectada por um mal, enraizado nas culturas por milênios, relativos ao próprio grau de imaturidade moral e espiritual, tornaram-se prisioneiros de seus próprios vícios e tendências.

Nossos amigos são de uma Ética moral inabalada, o respeito ao livre arbítrio é algo que para eles é uma Lei, não podem interferir por hipótese alguma. Quando outros, que na terra se encontram, são o avesso deles. Poderia dizer que estes são uma versão nossa, em nível mental mais elevado, mas se caracterizam pelo mal que desenvolvem e manipulam em nosso meio e em tudo que hoje há, e que afeta nossa evolução e o caos no planeta.

Voltando as perguntas que me amiga sugeriu, fiquei um tanto pensativa, resisti à ideia, mas fiquei com ela em mente. Em outra noite, já me vi em Naves com eles, em viagem, logo percebi que eles leram minha mente e viram as perguntas que lá estavam, feitas por minha amiga Curiosa.

Levaram-me, então, até as montanhas e Alpes dos Andes. Pude ver que se abriu uma passagem, deixando a Nave entrar. Havia uma cidade intraterrena, bem arquitetada, de muito bom gosto e espaçosa. Seres de diversas Raças lá habitavam, senti que alguns eram de formas sutis, outros um pouco mais densos. Vi animais livres, pássaros, riachos, flores e seres a caminhar entre eles, por caminhos e relvas verdes, até chegar num prédio ou setor, em que havia um laboratório, onde humanos e seres “extraterrestres e intraterrestres” se uniam em pesquisas importantes. Explicaram-me, que estavam preocupados demais com a situação atual do planeta, a contaminação das águas pela Radioatividade, e que estavam tentando criar em laboratório um antídoto, para vetar os avanços da contaminação feita pelo homem. Entre outras preocupações, falaram-me, estava o equilíbrio energético da terra, onde forças contrárias estariam afetando de forma radical, podendo causar muitos danos à saúde e a harmonia da Vida sobre a terra. Mas que também estavam estudando e abrindo debates e ações para controlar estes fatos. Engenheiros Cósmicos já haviam desenvolvido um estudo, estavam quase prontos para executar.

Percebi, neste ínterim, que estava diante de irmãos e amigos que protegiam a humanidade e aqueles que têm importante missão nesta fase de transição planetária, como também são os Guardiões de Gaia.

Agora eu digo, cadê as respostas? Uma pergunta eu fiz: por que estou aqui vendo isso? Eles me disseram por telepatia, todos nós levamos chaves, cada ser, em especial alguns, possuem chaves para abrir portais, e isto é um segredo, pois somente quando estas chaves abrem é que eles podem ajudar ou interferir direta ou indiretamente de alguma maneira.

Com relação às questões que havia em mente, feitas por minha amiga, eles me disseram, você já tem a resposta, explique a sua amiga, diga-lhe o que for preciso. Eu entendi, e sabia exatamente o quê estavam me dizendo. Difícil seria fazê-la entender, quando as pessoas criam expectativas e não conseguem romper o véu da insensatez.

Fiz mais uma pergunta: por que, se tenho uma chave, eu não sabia disso antes, e sofri muito, passei até como maluca por alguns, como hoje ainda pensam, e não me avisaram?

Eles me disseram, que alguns séculos atrás e em outros mundos, muitos fatos trágicos ocorreram em mundos que passavam por provas, expiações de evolução, em que estas pessoas foram massacradas e mortas sem poderem concluir a missão. Não querem que volte acontecer, já houve muitos atos de heroísmo que não acelerou mudanças moral alguma, a humanidade está cega, surda e muda na ilusão da 3D. Por isso que são controladas e usadas pelas sombras. Os irmãos especiais ou missionários específicos cumprirão seu fardo, no tempo previsto, para não sofrer danos maiores e prejudicar o Plano Superior. Diante desta Revelação, tive a certeza de que no fundo, sempre soube disto, ao menos sentia de alguma forma. Fiquei tranquila e agradeci a importante revelação. Agora poderia compreender melhor e responder a tantos outros questionamentos. Tudo estava se encaixando.

Despedimo-nos dos irmãos do Laboratório, passamos novamente entre a relva e lindos seres, retornamos a Grande Nave, onde lá me falaram que os resgatados estavam sendo separados e preparados para irem para as Colônias de acordo com as vibrações e seriam ajudadas e os especialistas iriam trabalhar a serviço de Gaia e dos outros mundos.

Retornando para casa, fiz uma pergunta, sobre o que fariam com o Avião? Eles me disseram que possivelmente seria encontrado depois de algum tempo, eles iriam colocá-lo em um local visível, para não levantar suspeitas, mesmo porque, estavam previstos outros acontecimentos, que eles não poderiam intervir da mesma forma, mas que seriam salvos alguns passageiros e tripulantes. Em tragédias e cataclismos, eles sempre atuam e fazem resgates, isso já é um fato. Foi quando me lembrei, que durante aquele Tsunami que houve na Indonésia, eu estava lá e os ajudei a resgatar pessoas e animais (assunto para outro momento).

Sendo assim, prezado e querido amigo Moacir, hoje tenho uma melhor visão daquilo que posso ser, de onde vim e para onde vou, só mudamos a rota se quisermos, somos todos livres. Mas, se mudarmos a Rota, não só vai prejudicar a um, como irá prejudicar todo um plano e atrasar avanços necessários a todos. Compreendo hoje porque pessoas aparecem em nossas vidas e somem, porque aquelas que aparecem, também trazem chaves neste mundo, para consolidarem projetos e causas. Seja de uma maneira ou de outra, fecham-se e abrem-se ciclos, e se observarmos atentamente, saberemos distinguir e discernir os sinais. Somos interligados a Inteligência Maior, é um dom que todos possuem e podem usar, se não temer as verdades e sair desta Matrix.

Venho mantendo com frequência um canal com nossos amigos, telepaticamente, em viagens e contatos em dias ou semanas alternados.

Tenho me sentido cansada, pois minha rotina mudou muito. Hora de Dormir, nunca é certa, hora de comer não tenho, lazer quase nenhum, só trabalho de alto nível de responsabilidade, tanto aqui, como no astral e em outros mundos. Mas sei que vim para cumprir o que já havia sido combinado. Então, respirar fundo, agradecer e fazer acontecer. Tudo está Fluindo.

Querido Moacir, eu confio em você, porque sei que você faz parte do plano. Já me disseram.

Como visto na narrativa, tudo se consolida com a minha intuição ao escrever o primeiro artigo sobre o desaparecimento do avião da Malásia e que muito da experiência acima transcrita apresenta correlação com as revelações constantes dos livros Conspiração Interdimensional 1 e 2 (ambos canalizados), ou seja: sobre os seres do bem e do mal, (os que ajudam e os que atrapalham e atrasam o progresso espiritual da Terra); sobre a possibilidade de acontecerem viagem entre dimensões por intermédio de naves espaciais (situação que vem acontecendo com muitas pessoas, embora nem todas se recordem após as noites de sono) e sobre a possibilidade de uma pessoa ser levada para outra dimensão sem passar pela morte física (isso aconteceu com personagens dos livros e agora com os passageiros do avião).

Os passageiros e tripulantes do voo, portanto, não tiveram mortes físicas e estão em uma nova existência, salvo que foram de morte iminente, uma vez que o avião cairia por algum problema, sendo, por conseguinte, um caso de abdução, um resgate pautado no amor. Como ainda foi revelado, alguns permaneceram na grande nave, outros foram transportado para colônias de outro mundo e alguns levados para a cidade intraterrena, de acordo com nível vibracional/espiritual, saúde e conhecimento, com o intuito de trabalhar em prol do bem maior e coletivo.

O possível encontro de alguma parte do avião poderá ainda acontecer, como revelado, por uma estratégia de transparecer acontecimento natural e dar uma satisfação aos países, com o fito de ser o mistério desfeito, pois, como os seres disseram, se a verdade fosse divulgada pelos meios de comunicação em massa ou acontecesse o reaparecimento dos passageiros, tais situações gerariam um grande problema, uma vez que a população mundial, em sua maioria, não está, por enquanto, preparada para as vidas multidimensionais e presenças de seres de outras dimensões interagindo-se diretamente com pessoas terrenas.

Em face do que foi dito no parágrafo anterior, pode parecer antagonismo a autorização dada pelos seres para a divulgação da experiência vivida por minha amiga, porém, entendo que o fizeram por saberem que a leitura terá um efeito positivo especificamente naqueles que já acordaram ou estão despertando para uma nova realidade ligada às diversas dimensões, muito além do limitado mundo tridimensional em que vive, encarcerada, a maioria da população terrena.

Luz, amor e conhecimento
.

Moacir Sader
Mestre de Reiki Usui, Karuna e da Chama Violeta


Texto achado no site de Moacir Sader
Vídeo do Youtube: Segredos de OVNIs das caixas pretas

sábado, 17 de janeiro de 2015

O LIVRO DOS ESPÍRITOS - QUESTÃO 784

CAPÍTULO VIII
DA LEI DO PROGRESSO

MARCHA DO PROGRESSO
- Bastante grande é a perversidade do homem. Não parece que, pelo menos do ponto de vista moral, ele, em vez de avançar, caminha aos recuos?

- Enganas-te. Observa bem o conjunto e verás que o homem se adianta, pois que melhor compreende o que é mal, e vai dia a dia reprimindo os abusos. Faz-se mister que o mal chegue ao excesso, para tornar compreensível a necessidade do bem e das reformas.



Comentado pelo Espírito Miramez:
O recuo na caminhada das criaturas é apenas aparente. Nada na vida regride; todos os momentos, pode-se dizer os minutos e mesmo os segundos, têm a sua cota de avanço espiritual. A ciência astronômica nos mostra que nada pára. Os astros, em particular os conjuntos de sóis e as galáxias, tudo se encontra em plena movimentação, e todos os movimentos interatômicos e galáticos se operam em função progressiva, obedecendo à lei que é caminho para a perfeição.

Não tendo outra palavra para explicar a vida, vamos dizer que a vida é movimento. Esse cinetismo divino e humano é para dar mais vida aos seres e às coisas.

O homem, no princípio, nos parece bom, obediente a certas leis e o seu comportamento pode dizer algo de elevado, no entanto, depois que ele passa a despertar os seus dons, antes em estado de sono, caminha para o desregramento. Ele sente poderes sob seu comando e abusa deles. Este é um estágio pelo qual todos passamos, para depois ganhar o melhor. Não passando por ele, como aprender? O aprendizado é conquista no dia-a-dia, sob o guante da dor e dos inúmeros problemas, que são os instrutores da alma.

A regressão dos Espíritos é ilusória, a não ser quando a reencarnação nos mostra uma regressão da forma e do ambiente em que o Espírito pode renascer, porém, a alma, seus celeiros, sua luz já conquistada, ela não perde nunca. É qual diamante jogado na lama, que fica escondido por algum tempo, mas, quando retirado dali, é a mesma pedra preciosa. Ele não deixou de ser diamante por se encontrar envolvido no barro.

Podemos estudar a história da humanidade e notar o quanto ela cresceu na esteira do tempo. As qualidades dos seres humanos evoluíram no perpassar do tempo. Jesus, para nós, foi um centro de luz que nos deixou todos os conhecimentos capazes de nos ajudar a conhecer a verdade e nos libertar da ignorância.

Anotemos o que diz Paulo a Timóteo, em sua primeira carta, no capítulo quatro, versículo quinze:"Medita estas cousas e nelas sê diligente, para que o teu progresso a todos seja manifesto".

Não é preciso muita meditação para que se descubra o progresso manifestando-se em tudo e em todos; basta dizer que hoje, mesmo com todas as paixões dominando os sentimentos humanos, quase todas as criaturas da Terra já conhecem o Evangelho de Jesus ou, pelo menos, já ouviram falar d'Ele como o Senhor do mundo e Pastor do rebanho terreno. Informemo-nos, se possível, sobre as leis dos países, que notaremos nelas certa fraternidade, e mesmo caridade, ao contrário das leis do passado. Hoje existem leis para segurança até dos animais e vegetais. O que falta é mais um pouco de ajustamento dos sentimentos humanos, o que não vai demorar.

O mal que estamos presenciando no mundo vai ainda crescer mais, porque é desse crescimento, gerando mais sofrimento, que a humanidade deverá acordar para o amor. Somente a lei de amor estabiliza a vida natural e moral das criaturas. Não existe felicidade sem amor.

Todos os recuos dos homens são aparentes; estão avançando dia-a-dia, hora-a-hora e minuto-a-minuto, porque a lei de Deus é progresso.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

BLUMENAU - MOTO ROUBADA!!!

GALERA ROUBARAM MINHA MOTO EM BLUMENAU NA MADRUGADA (APROX 2:30) DO DIA 05-06/12

NA RUA BENJAMIN CONSTANT, 2239

MOTOCICLETA CG FAN 125 ANO 2008 PLACA MEB 2594, COR PRETA, COM DETALHE LARANJA NA PARTE DA FRENTE DO QUADRO (PARTE INFERIOR)

QUALQUER INFORMAÇÃO: 9954 5381 - 9216 2337 - 96424002 - HENRI GIL PIAZ ALVES

QUEM SOUBER DE ALGO, QUISER COMPARTILHAR, ESTAMOS AI, AGRADEÇO DEMAIS!!!!!

CONTINUAMOS NA PROCURA!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

INVOCAÇÃO DOS 3 ARCANJOS

Crie um Círculo de Proteção ao seu redor, ao redor da sua casa, ao redor do Brasil e de toda a Terra. Três dias de Invocação Arcanjo Miguel. Quem me acompanha?
OBS: Oração de Autor desconhecido.

IMAGEM: SYMPHONY OF ANGELS - BY JOHN HOLYFIELD

Arcanjo Miguel, Príncipe Guardião e Guerreiro:
Defendei-me e protegei-me com Vossa Espada,
para que nenhum mal me atinja.
Protegei-me contra assaltos, roubos, acidentes,
contra quaisquer atos de violências.
Livrai-me de pessoas negativas.
Espalhai Vosso Manto e Vosso Escudo de Proteção
em meu lar, em meus filhos e familiares.
Guardai meu trabalho, meus negócios e meus bens.
Trazei a paz e a harmonia.

Arcanjo Rafael, Guardião da saúde e da cura:
Que Vossos Raios de Cura desçam sobre mim, trazendo-me saúde e cura.
Guardai meus corpos físico, energético, emocional e mental,
livrando-me de todas as doenças.
Expandi Vossa Beleza Curadora em meu lar, em meus filhos e familiares,
no trabalho que executo, para as pessoas com quem convivo diariamente.
Afastai a discórdia e ajuda-me a superar conflitos.
Transformai a minha alma e o meu ser,
para que eu possa sempre refletir a Vossa Luz.

Arcanjo Gabriel, Arcanjo da Anunciação,
Portador das Boas Novas, das mudanças, da Sabedoria e da Inteligência:
Trazei todos os dias Mensagens boas e otimistas.
Fazei com que eu também seja um Mensageiro,
proferindo somente palavras e atos de bondade e positivismo.
Concedei-me o alcance de meus objetivos.

Queridos Arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel:
Que o Círculo de Luz e Proteção que emanam de Vós me cubram, cubram também à minha família, os meus amigos, os meus bens e a toda a Humanidade.



OBS: Sugestão, oração e imagem Tania Resende no blog ANIMA MUNDHY

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

VENDE-SE AMPLIFICADOR NOVO ORANGE PARA GUITARRA

VENDE-SE
Potência: 20W
12AX7 preamp valvulado com solid state power amp
Controles: Volume, Tone and Gain
Entrada auxiliar para MP3 player
Site: OLX

sábado, 4 de outubro de 2014

NÃO VOU VOTAR!!!

Aí galera que anda se digladiando por um voto, vou falar uma vez só, ok?

Simples: NÃO VOU VOTAR!!!

Porque, PRA MIM, nem Dilma, nem Aécio, nem Marina, nem Luciana Genro, nem Eduardo Jorge, nem pastor "Não Sei das Quantas", nem, nem, nem... NENHUM candidato merece meu único votinho.
Apresentem-me algo que valha a pena e eu voto.
Sempre me pego pensando no que aconteceria se TODOS os brasileiros não votassem.
Por que não?
Simples assim, fazer uma feijoada, ir à praia, bater uma bolinha com amigos, ler um livro, pintar um quadro e deixar essa merda de lado.
Não tenho NENHUMA esperança que alguém vá mudar o que existe no Brasil.
Aos que ainda esperam algo... ok, de esperança também se vive, mas cansei de "botar a bunda na janela pra político passar a mão" (como tão bem falou Gonzaguinha).
É
É...
Eu valho o meu suor!!!!!

E quem quiser conhecer a música:


E para provar que não estou sozinha na minha tese, aí vai um texto delicioso da minha amiga Yo Neris:
Entra ano, sai ano, vem promessa, vai promessa, palavras são soltas ao vento, chegam as eleições e... "Tudo continua como dantes no quartel de Abrantes"! Roubos astronômicos aos cofres públicos, políticos com fortunas incalculáveis aplicadas em paraísos fiscais, a Educação que naufragou faz tempo, cedendo espaço para a mais gritante ignorância, que assola o país de lés a lés.
E o que resta das nossas empresas estatais? Praticamente nada. Estão dilapidadas por estes gatunos intitulados "políticos", estão quebradas e agonizantes, a exemplo da Petrobrás.
Os 'eleitos' pelo povo fingem que governam, e o povo...Ah, o povo...Este é um capítulo à parte (embora esteja "tudo junto e misturado" como se diz na linguagem das ruas).
As massas continuam fazendo "cara de paisagem", achando tudo uma grande piada e brincando de votar, quando chega o dia das eleições.
Sinceramente, nem consigo imaginar onde isso tudo vai parar...
Mais uma vez é chegado o momento...O circo continua montado e os palhaços estão dos dois lados. Aliás, como sempre...
Salvação?? E desde quando existe salvação para absoluta alienação?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...